Rodrigo Tavares conta por que deixou o Fresno…

“Larguei a banda para ir atrás do meu sonho”, afirma o músico, que investe no projeto solo Esteban e em uma parceria com Humberto Gessinger

A notícia foi inesperada não só para o fiel público do Fresno, como para os demais integrantes. O baterista Bell Ruschel foi o primeiro a ficar sabendo. “O Lucas e o Vavo [Mantovani, guitarrista] tinham viagem internacional marcada, não quis contar antes de eles irem. Como eu tenho uma relação pré-Fresno com o Bell, e ele é um cara que vive na minha casa, falei a real para ele”, conta Tavares em entrevista à Rolling Stone Brasil.

Depois da volta de Lucas e Vavo, Tavares fez mais três shows com o Fresno. Logo após o terceiro deles, deu a notícia. “Ninguém esperava, né? O Vavo ficou surpreso. E o Lucas entendeu na hora a minha filosofia”, diz o músico. “Quando eu saí, deixei bem claro que a gente tinha o resto da vida para discutir o assunto, mas naquele dia eu não queria entrar em um nível estressante da conversa, então foi muito rápido. Foram cinco minutos. No dia seguinte a gente fez uma reunião séria. Acho que o Lucas, por ser aventureiro e cheio de projetos, me entende.”

Desde 2009, Tavares trabalha em um projeto solo intitulado Esteban, no qual exercitava a veia de compositor e matava a saudade do violão e da guitarra, seus instrumentos “de origem”, como ele explica. O baixo só chegou para valer na vida dele quando ele entrou para o Fresno. “Eu adorava fazer o que estava fazendo, mas querendo ou não, ainda não era a minha coisa, o meu lance. Era um sonho do Lucas e do Vavo”, ele conta, revelando um dos motivos que o fez querer deixar o grupo.

Tavares continua. “Não sei se a palavra certa é egoísmo, a galera pode achar que sim, mas eu queria fazer a minha parada. Teve gente que falou que eu sou corajoso, mas se eu ficasse na Fresno eu seria muito cagalhão. Uma hora estaria defendendo uma bandeira que já não era mais minha. Ficaria lá por emprego, pela grana do fim de semana, pela fama que a banda tem.”

Embora o rompimento tenha sido brusco, Tavares garante que a relação de amizade segue inabalada. Tanto que ele pretendia, após esta entrevista, passar no estúdio de gravação onde seus antigos companheiros de banda registravam uma canção inédita, que deve ser lançada em breve.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s