Entrevista do dia

Com o paulista e tatuador: Rodolfo Cabelo.

Twitter: http://twitter.com/cabeloooo

1- Há quanto tempo você tatua e como se interessou por essa arte?
Tatuo há dois anos e meio, e como todo TATUADOR sempre desenhei desde criança, quando adolescente comecei a me tatuar e acabei me interessando vendo outros tatuadores quando ia fazer uma tatuagem, sempre gostei de fica reparando nas coisas que me interessava, e a tatuagem me interessou um pouco mais que outras coisas, aí resolvi ir atrás e aprender.

2- Quais as principais referências quando começou a tatuar? Como aprendeu a tatuar?
No começo era complicado porque eu não tinha muito conhecimento sobre outros artistas, isso acabo me ajudando porque assim criei um estilo proprio de trabalhar, não tive ‘ALGUÉM’ que pudesse me ensinar, então sempre me virei sozinho e isso acabo me ajudando muito, e o aprendizado foi simples, COMPREI OS MATERIAIS, CHAMEI MEUS AMIGOS E RISQUEI TODO MUNDO, tatuagem é bom porque mesmo com 20 anos de experiência você acaba aprendendo sempre mais e mais, assim como toda arte, sempre tem algo a mais pra aprender pois não existem limites dentro da arte.

 

 

3- Quais artistas você admira e quais influenciaram o seu trabalho?
Gosto muito de artistas internacionais porque eles tem a cabeça aberta a novos experimentos, Jime Litwalk com certeza é o que eu mais me influencio pelo estilo de desenho, no Brasil tem um Tatuador que vem me agradando MUITO pelo estilo de trabalho também, Victor Montanghini, mas na verdade me influencio por quem corre atrás e faz acontecer, não fica parado no tempo pensando em simplismente ganhar dinheiro. E aproveitando o espaço recomendo a todos a darem uma olhada nesses dois artistas q citei, são realmente MUITO BONS!
4- Na sua opinião o que falta para um maior reconhecimento da tatuagem como arte em nosso país?
Menos preconceito, e não da sociedade mais sim dos proprios tatuadores, muitos querem passar uma imagem de “DIFERENTE DE TODOS” e isso acaba prejudicando um pouco, porque eu acredito que cada pessoa tem seu jeito, tendo tatuagem ou não somos todos serer-humanos com sentimentos e vontades, mas minha opinião é que no Brasil ta caminhando pra melhor, cada vez mais as pessoas se interessam em eternizar um momento, ou o nome de alguém que goste muito, e isso tende a melhorar cada vez mais, já que tatuagem não é nada de outro mundo, rss

5-Você já fez várias tatuagens em ‘artistas’ de bandas e tals. Cite alguns ‘artistas’ aí. 
O início foi meus amigos e GRANDES amigos da Banda Strike, me proporcionaram muita coisa boa, tanto que eles acompanham meu trabalho desde o começo, me deram força pra continua lutando pelos meus objetivos, e serei eternamente grato pela amizade, obrigado banda Strike e alguns muléks da equipe que também me dão força, Ozzy, Pelicano, Dingô, após a banda Strike eu tatuei o Vitinho da Hevo84, e o Fê que na época era produtor deles, foram duas pessoas que também me deram apoio e agradeço a eles também, talvez amanhã(15/06/2011) eu irei tatuar o Gah que hoje toca na banda Maliboo, e por enquanto só esses, e pessoas que tão junto com as bandas que eu faço questão de citar, LURINGA e WILLY MORALES, os dois também me ajudaram MUITO e merece ser citados aqui!

6- Quais são suas bandas favoritas?
Em primeiro e sempre em primeiro, SUBLIME…é a banda que eu mais escuto e mais gosto, Rancid, NOFX, Blink182, Red Hot Chili Peppers, Pantera, uma banda que quase ninguém conhece que eu to ouvindo bastante é BALLYHOO, no Brasil ÓBVIO, STRIKE, Charlie Brown e o extinto Raimundos!

 

7- Qual sua linha e o que a tatuagem representa para você?
Hoje to preferindo não rotular um estilo, mais o que me agrada são tatuagens coloridas, com traço forte, que contenham um contexto fora do padrão, e to gostando muito de fazer tatuagem sombreada também, mais minha vontade é fazer e satisfazer todos estilos e clientes, e tatuagem pra mim representa a eternização de algo que você goste muito, seja um momento ou alguém como eu ja disse, como também um simples desenho que agrade, a questão da dor é que faz valer a pena, pois é o sofrimento que vale a pena, tanto que por experiência eu vejo, as pessoas que mais querem uma tatuagem são as que sentem menos dor, pela empolgação de ta realizando algo que queira muito, pra mim tatuagem é minha vida, hoje graças a deus me sinto feliz por finalmente achar algo que eu goste de fazer, e que ao mesmo tempo me proporcione viver disso!Agradeço mais que especiamente a minha mulher, que me deu a força maior do mundo que é nossa filha Julia, hoje meu trabalho evolui com total apoio delas e serei eternamente grato!

@cabeloooo

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s